“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos”.

(Fernando Pessoa)

image

image

Anúncios

Brownie Natal site

Falta menos de um mês para o Natal!!

… e os fornos do Dona Mariana já estão a todo vapor! Os pedidos de lembrancinhas já começaram a chegar. Não deixe o seu para última hora!

Tenho várias opções lindas e deliciosas para todos os bolsos, escolha a sua aqui.

Falando em pedidos, se você quiser garantir o doce final feliz da ceia natalina, peço a gentileza de fazer as encomendas de bolos e tortas até o dia 15 de dezembro, para que possa dar aquele capricho!

Obrigada!!

Beijos mil!

Aviso final de ano

Comunicado de Volta

 

Tem coisa mais gostosa que tirar férias? Tem, sim!!!

Voltar e atender o telefone, que não para de tocar!

Falando a verdade, agora, eu NUNCA voltei de férias e fiquei tão feliz em voltar a trabalhar… Que delícia!

E que venham os pedidos!!

Beijos e abraços a todos…

 

Comunicado Ferias

Happy Bday O tempo passa tão rápido! Nem acredito que faz um ano que o Dona Mariana abriu as portas… Na verdade, um ano e meio, porque as entregas começaram mesmo em janeiro de 2012 e só em agosto divulguei o blog! Tantas coisas aconteceram neste ano… Hoje, tenho tantos pedidos que mal consigo sentar para escrever um post! Tudo o que tenho a dizer a vocês, meus queridos amigos, clientes e leitores é: MUITO OBRIGADA!!! Sem vocês, não estaria aqui, feliz da vida, comemorando o primeiro ano do Dona Mariana. Obrigada por todo apoio, carinho, elogios, sugestões e agradecimentos que tenho recebido. Isso é o que me motiva a continuar preparando doces deliciosos e melhorar a cada dia! Outro dia, a blogueira japonesa Toshie Mizutani escreveu um post muito emocionante sobre os doces do Dona Mariana: http://ameblo.jp/ds-kanrieiyoushi/entry-11585355952.html
Mizutani Blog

Ela é nutricionista e trabalhava em uma clínica em Tóquio. Mora em São Paulo há 3 anos e em seu blog (bem recheado) escreve sobre todos os restaurantes, bares, cafés e docerias que visita. No post sobre o Dona Mariana, intitulado “Bolo da Felicidade e do Prazer”, ela contou como o bolo de morango Round a fez lembrar dos doces que comia no Japão, e que estava tão gostoso que “foi como se tivesse sido abraçada pela felicidade”. Disse, ainda: “A primeira garfada acende uma sensação de nostalgia e saudade. Na segunda garfada, você é envolto pela felicidade (…)” Emocionada, contou também um pouco da minha história e da minha mãe. Não preciso nem dizer que fiquei muito, mas muito feliz ao ler o post!! Escrever o email para ela, sobre como tudo começou, me fez lembrar de tantas coisas… Quantos acontecimentos bons, momentos incríveis e conquistas! E, acima de tudo, me fez pensar na minha mãe… Ah, Dona Mariana! Eu só tenho a agradecer a essa pequena grande mulher, talentosa, forte e batalhadora por todo o amor e tudo o que me ensinou. OBRIGADA!!! Você sempre vai estar no meu coração!

vintage double FB

Estas duas belezinhas de 3,5 kg cada foram entregues a Juliana do blog Consumado.

Olha que maravilha!!!

O Dona Mariana passou no teste do blog Consumado!!

Escrito por Juliana Mariz, Fernanda Mariz e Daniela Ribeiro, este blog testa novidades em produtos, serviços e conceitos. Nas palavras delas, “Consumado é um blog de consumistas, mas não de conformados. Experimentamos, relatamos, aprovamos. Ou não.”

Adorei o blog, está cheio de novidades mesmo!Já visitei o link da loja My Basic e confesso que ameeeeeei tudo!! Até dei a dica de presente para o meu marido… heheheh

Divagação feita, estou muito, mas muito feliz pelo Dona Mariana ter mais fãs a cada dia, via Facebook, blog ou o preciosíssimo boca-a-boca!  Faço o que AMO, e AMO o retorno que tenho…

Agora vou voltar para a produção, que está a milhão!

Em Junho, terei novidades para o Dia dos Namorados, aguardem!

… e vamos que vamos!!!

Que tal surpreender quem você mais ama neste Dia das Mães?

TIRAMISU: Inspirado na deliciosa sobremesa italiana. Suave bolo chiffon de mocha (chocolate com café) com mousse aveludada de doce de leite, polvilhado com puro cacau em pó.

TIRAMISU: Inspirado na deliciosa sobremesa italiana. Suave bolo chiffon de mocha (chocolate com café) com mousse aveludada de doce de leite, polvilhado com puro cacau em pó.

TIRAMISU fatiado

TIRAMISU fatiado

Tiramisu (do italiano, tiramisù) significa “leve-me para cima”. É uma sobremesa italiana preparada originalmente com ladyfingers (bolachas tipo “Champagne”) embebidas em café, recheada com creme de gemas e queijo mascarpone, aromatizada com vinho de Marsala e polvilhada com cacau em pó.

Não tenho dúvidas de que a própria combinação etereamente irresistível tenha sido a inspiração para o nome da sobremesa…

A versão do Dona Mariana desta divindade açucarada, assim como todos os doces da loja, leva ingredientes simples, orgânicos e frescos, e o resultado é sabor e delicadeza em harmonia… como saborear um bolo nas nuvens!

Estou tão feliz!!!! 

Eu já tinha visto as estatísticas que mostram o crescimento de 30% no consumo de produtos orgânicos, mas agora é diferente porque faço parte desse crescimento!
Tem “chovido” pedidos de bolos aqui no Dona Mariana e essa “tempestade” maravilhosa só aumenta a cada mês! Isso significa que as pessoas estão cada vez mais sentindo a diferença nos orgânicos… MUITO obrigada a todos vocês que têm pedido os bolos!
Às vezes, acho que sou um pouco idealista, mas acredito de verdade que podemos mudar o mundo a partir de pequenas ações. Consumir produtos sustentáveis é uma delas.
No começo, eu só comprava alimentos orgânicos para fazer os doces e pouco a pouco, fui aumentando a quantidade. Passei a comprar hortifruti, laticínios, ovos, frango e agora, até carne. Procuro sempre preferir peixes pequenos (sardinhas, manjubinhas, cavalinhas), que têm o ciclo de vida mais curto, reproduzem-se mais rápido e portanto, são encontrados em maior abundância no mar e concentram menos poluentes do mar em seus organismos.
Hoje, admito: sou viciada em alimentos orgânicos! Eles são tão mais saborosos…
Agora, mais um motivo para a minha felicidade: temos mais uma opção de compras de orgânicos em São Paulo!
A Prefeitura de São Paulo inaugurou em 10/11 uma feira de agricultura limpa e orgânica na região do Ibirapuera, zona sul da cidade. No Clube da Comunidade (CDC) Modelódromo Ibirapuera, 150 produtores vendem alimentos em cerca de 30 barracas. Podem ser encontrados legumes, frutas, cereais, pães, doces e laticínios, entre outros produtos. A feira acontece todos os sábados, das 7 às 13 horas. (Fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=51612)

Nova Feira Orgânica do Ibirapuera em São Paulo, SP: maravilha!!

Já fui lá, achei tudo muito organizado, tem variedade de frutas, legumes, verduras, laticínios, pães, doces, grãos, cereais, além de produtos como molhos, geleias, polpas congeladas e até sorvete!!
Tem estacionamento dentro do local da feira (R$ 3,00), mas você também pode parar o carro na rua sem problemas.
Agora, falando em variedade mesmo, nada vence a Feira de Orgânicos do Parque da Água Branca.
Lá, na minha opinião, continua sendo a melhor feira pela maior variedade de verduras, frutas e legumes.
E a feira orgânica lá fora, como é?

Pelos lugares que visitei, tem o mesmo jeitão que a nossa, bem limpinha. Fui na feira de produtores orgânicos de Santa Cruz, na Califórnia, em maio deste ano. Não preciso nem dizer que “pirei” com os morangos… cheguei lá em plena primavera, e havia morangos por todos os lugares!! Ai, que saudades…

Organic Farmer’s Market (Feira dos Agricultores Orgânicos) em Santa Cruz, Califórnia, EUA

Além desta feira, fui também na de Los Angeles, Califórnia:

Farmer’s Market em Los Angeles, Califórnia, EUA

Bem interessante, enorme, movimentada, um verdadeiro Paraíso na Terra!
Fico na expectativa de que a Prefeitura de São Paulo tome mais iniciativas como esta, e o número de feiras orgânicas aumente cada vez mais! Vamos popularizar o consumo de orgânicos!

 

Dia 10 de setembro foi o meu aniversário. Enquanto preparava o meu bolo (Red Diva), lembrei-me que há muito tempo atrás (ui!) comemorava o meu quinto aniversário com o bolo rosa feito pela minha mãe.

Vasculhei a caixa de fotos antigas e olha só o que achei…

Carlinha cortando o bolo rosa de morango, depois de apagar as cinco velinhas rosas

Lembro-me que mamãe tinha perguntado o quão rosa queria o bolo. Eu, no auge da minha obsessão pela cor mais feminina do mundo, imaginava o bolo com a cor da Penélope Charmosa. Ela, então, me disse, antes de ligar a batedeira para preparar o merengue: “Vou pingar corante no merengue. Quando estiver na cor que você quer, é só falar!”

E assim foram um, dois, três… treze pingos de corante e nada de eu pedir para parar (até deu tempo de ir ao banheiro e lavar o rosto). Finalmente, quase no fim do frasco de corante, convenci-me de que havia chegado em um tom agradável. Olhando a foto, até que não ficou tão rosa escuro…

Hoje, sou eu quem prepara os bolos, sejam eles rosa, coloridos, marrons, verdes… Mas faço questão que todos os pigmentos sejam naturais! A cor da mousse de morango do Red Diva, por exemplo, é até mais escura que o meu bolo de cinco anos, porque só é usada a pura polpa da fruta. O tom verde pastel do recheio e da cobertura do Apple Tea vem do Matchá, chá verde em pó originário do Japão, que tem aroma único, sabor complexo, inicialmente amargo mas com toque final adocicado.

Esta semana, testei uma receita de Cheesecake. Usei a ricota que eu mesma faço, a partir de leite integral orgânico, fiz uma base de bolacha integral com mel triturada e experimentei fazer uma cobertura diferente, um espelho marmorizado de chocolate branco (infelizmente, não orgânico) com coulis (purê) de morango. O resultado foi esse:

Um Cheesecake repaginado… será??

Até que ficou bonitinho, mas quando se trata de cheesecake, o assunto é polêmico. Apesar de a cobertura ter ficado diferente, bonita, ainda sinto falta daquela geleia vermelhona, brilhante e pedaçuda de morango que implora para ser devorada. Para os mais tradicionalistas, um cheesecake que se preze precisa ter essa cobertura. Por outro lado, há os que estejam cansados da mesmice…

Vou preparar um cheesecake tradicional, postar a foto e pedir a sua opinião, porque, afinal, é o mais importante de tudo! Me aguardem!

Aproveitando a deixa, aqui vai uma receita de Iogurte Natural, para vocês nunca mais terem que comprar no supermercado e sempre terem à mão, fresquinho!!

Não se assustem com o tempo de preparo, vocês vão ver que o tempo que terão que ficar “com a mão na massa” não soma nem 5 minutos. É tão fácil que nem dá para acreditar!

Iogurte com mel e blueberry… precisa mais?

IOGURTE NATURAL

Tempo de preparo: +/- 6 horas

Rendimento: 1 litro

Ingredientes:

800 ml de leite integral (ou semi ou desnatado, se preferir)

200 ml de iogurte integral (ou desnatado)

Modo de preparo:

  1. Coloque o leite e o iogurte em uma panela grande e leve ao fogo médio, mexendo sempre com um batedor de arame para uniformizar a mistura. Aqueça até que atinja 40 graus (se não tiver um termômetro, teste com um dedo. Você deverá sentir a mistura um pouquinho mais quente que o seu corpo).
  2. Retire imediatamente do fogo e despeje em uma garrafa térmica esterilizada. Tampe e aguarde 5 horas.
  3. Quando der o tempo, despeje o iogurte em um recipiente com tampa esterilizado e leve à geladeira por, no mínimo, 1 hora.
  4. Ao gelar, é normal formar uma camada translúcida em cima do iogurte (soro). Antes de servir, mexa o iogurte com um batedor de arame para uniformizar o soro com a parte mais densa. Mas, se quiser um iogurte mais consistente, você pode retirar o soro com uma concha e o reservar para usar no preparo de bolos, biscoitos e vitaminas. Sirva o iogurte puro, com frutas, granola, adoçado com açúcar, mel, geleias, xaropes etc.

Dicas da Carla:

  1. Um ponto crítico para você ter sucesso é prestar bastante atenção na temperatura, que não deve passar os 40 graus
  2. Caso prefira um iogurte mais consistente, com um pouco mais acidez, deixe o iogurte na garrafa térmica por mais tempo, no máximo, 8 horas.
  3. Não coloque açúcar, mel ou sucos quando estiver preparando o iogurte, porque eles potencializam a fermentação e acabam deixando o iogurte ácido demais. Adoce depois que estiver pronto.
  4. A validade do iogurte é de 5 dias na geladeira. Não recomendo congelar, porque altera a textura.
  5. Quando quiser fazer uma nova leva de iogurte, é só deixar reservado 200 ml do iogurte preparado (sem adoçar) e misturar com 800 ml de leite, seguindo as instruções desta receita.
%d blogueiros gostam disto: